sábado, 10 de dezembro de 2016

Atrás do tempo perdido

Esta semana apresentamos nossa Proposta de Gestão Escolar para a Escola Manoel de Barros para o biênio 2017/2018 para os professore, alunos, pais e funcionários e fomos bem aceitos por todos.

Caso nossa chapa seja eleita no próximo dia 14, realizaremos algumas ações que achamos prioritárias e urgentes: 
  1. Marcar uma reunião com a prefeita eleita Lúcia Nascimento para discutirmos a reforma da escola antes do início do ano letivo de 2017.
  2. Realizar uma reunião com a equipe pedagógica para discutirmos um plano de trabalho com enfase nas matrículas e criação de turmas de Aceleração.
  3. Discutir uma farda para que os alunos comecem o ano fardados.
  4. Reunirmos com a gestão atual para discutirmos o processo de transição.
Como aspirantes a diretores nossa missão será liderar uma mudança capaz de recuperar o orgulho de ser professor, aluno, servidor e pais de alunos da Escola Manoel de Barros e vontade nossa para concretizarmos nossa missão não faltará.

domingo, 4 de dezembro de 2016

Proposta de Gestão Escolar para o Manoel de Barros

Como aspirantes a diretores nossa missão será liderar uma mudança capaz de recuperar o orgulho de ser professor, aluno, servidor e pais de alunos da Escola Manoel de Barros.

Somos consciente do tamanho do desafio, mas os obstáculos serão o combustível para atingirmos nossa missão e acreditamos que assegurar o direito de todos participarem da gestão facilitará nosso trabalho.

Nosso trabalho estará sustentado pelo comprometimento, inovação, integração, transparência, descentralização e capacitação da nossa equipe.

Nesse sentido, apresentaremos para a comunidade escolar nos dias de 06 a 08 de dezembro nossa proposta de Gestão Escolar para o biênio 2017 - 2018.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Manoel de Barros terá chapa única para concorrer a direção da escola

Os professores Reginaldo, Liany e Rafaela registraram uma chapa para concorrer a direção da Escola Manoel de Barros. A eleição será realizada no dia 14 de dezembro do corrente ano e poderá votar alunos maiores de 12 anos, pais, professores e funcionários da escola.

Apesar dos três professores ainda não terem começado sua campanha para o pleito tem recebido muitos apoios, principalmente dos alunos cujos direitos foram e continuam sendo usurpados pela atual gestão municipal.

Articulações para lançar um outra chapa aconteceram, mas não conseguiram pois os que se propunham apresentavam impedimento ou simplesmente não queriam ser submetidos a manipulação a quem interessava. Infelizmente perde a comunidade escolar que poderia ter um debate mais rico de propostas para tirar nossa escola da cova do descaso.

Tirar nossas escolas da cova requer dos diretores capacidade, liderança e amor pelo que faz

Na próxima semana Reginaldo, Liany e Rafaela apresentarão suas propostas de gestão para o biênio 2017-2018 nos três turnos para os professores, funcionários, pais e alunos, votantes no processo democrático.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Ensino inovador depende de elo entre aluno e professor

Para inovar a educação, é preciso promover uma maior colaboração entre alunos e professores e ampliar o espaço de aprendizagem para além da sala de aula. Essa é a opinião de especialistas em educação que participaram do primeiro debate do seminário Inovação Educativa na manhã desta terça­feira (22).

Veja texto completo na Folha de São Paulo AQUI

domingo, 20 de novembro de 2016

Tirar nossas escolas da cova requer dos diretores capacidade, liderança e amor pelo que faz

A gestão é um ato administrativo na unidade escolar, cargo que exige capacidade de liderança organizacional para que todas as tarefas sejam cumpridas rigorosamente em tempo e modo necessários.

A forma como a atual administração municipal faz gestão está refletindo desastrosamente na gestão das nossas escolas que já não eram lá essas coisas e conseguiram piorar.

A partir de 01 de janeiro do próximo ano as direções das escolas eleitas pelo voto direto terão um desafio enorme que é reconstruir em dois anos o que foi destruído em três e implementar melhorias na qualidade do ensino. Diante disso não há espaço para aventureiros, defensores de seus próprios interesses ou corporativismo. Quem tiver esse pensamento não sabe que nossa educação está num cachão saindo para o cemitério no carro funerário e sem parentes o acompanhando.

Outra, tem muita gente torcendo para que as próximas gestões das escolas do Manoel de Barros, Amauri Ribeiro e Maria Barros não der certo para que depois digam: o que foi que eu disse? Eu sabia que eleição direta para direção de escola não daria certo. Mais do que nunca os diretores dessas escolas a partir de 2017 terão também de provar aos defensores do caos que eles estavam falando uma grande bobagem.


Portanto, esperamos que a comunidade escolar das escolas Manoel de Barros, Maria Barros e Amauri Ribeiro, composta pelos alunos e seus pais, funcionários e professores saibam escolher pessoas comprometidas, capazes e sobretudo que acredite na possibilidade de retirar nossa educação da cova e dar uma sobrevida.

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Coreia do Sul para aviões para que jovens se concentrem em prova

Seiscentos mil estudantes realizaram o exame que marca o fim do Ensino Médio e é visto como a única chance de uma carreira de sucesso

A quinta-feira começou silenciosa na Coreia do Sul, no dia que mais de 600.000 alunos realizam o exame nacional para concorrerem a vagas em universidades. Para garantir que os jovens chegassem a tempo nos locais de provas, órgãos públicos, comércio e até a bolsa de Seul abriram uma hora para mais tarde que o normal, evitando trânsito.

Autoridades de transporte do país chegaram a proibir pousos e decolagens nos aeroportos durante trinta minutos devido aos barulhos, enquanto os alunos realizavam uma parte em áudio do teste. A circulação de grandes caminhões também foi suspensa em ruas próximas aos locais do exame e grandes obras pararam o trabalho para que os jovens se concentrassem.

Matéria da Veja

Alguma semelhança com o Brasil e Baraúna?

O sofrimento que nós barunenses passamos hoje deve-se a pouca importância que damos a educação. Até quando?

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Regulamentação do Novo Mais Educação

Caro diretor de escolas públicas que foram contemplados pelo Novo Mais Educação acesse o PDDE Interativo e veja se sua escola será beneficiada pelo programa. A adesão expira no dia 18 de novembro do corrente ano. Até 15/11/2016 a aba do programa estava desativada, no entanto por email o MEC nos comunicou que a aba estaria em manutenção e que breve ficaria disponível para os diretores de escola no PDDE Interativo.

Leia a Resolução do FNDE nº 5/2016 e tire todas as suas dúvidas.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Está angustiado com sua vida? Assista o Feitiço do Tempo e mude.

O Filme fala que nossa vida é feita em espirais. Se pensarmos bem, veremos que o nosso passado sempre está presente, nos nossos conflitos do presente.

Sendo ele (o tempo) em espiral não se repete, alcanças sempre novas oitavas. O tempo acaba virando até em circular, quando o vício se repete e se repete. Vira o Círculo Vicioso. E é assim que o filme aborda a questão do destino, com o ator Bill Murray, no papel de Phil, um repórter de televisão, arrogante, e prepotente, que faz previsões de metereologia.

Ele é convocado pra fazer uma matéria especial sobre o inverno numa pequena cidade. Querendo ir embora o mais rapidamente possível, ele inexplicavelmente fica preso no tempo, sendo condenado a repetir sempre os eventos daquele dia. O filme não trata sobre feitiçaria, ou magia não, mas aborda de forma divertida e surrealista, a realidade de todos nós. A gente dá boas gargalhadas “se vendo no personagem”, naquelas cenas que são trágicas nos momentos vividos, e que se tornam engraçadas algum tempo depois. São várias as cenas assim. Ele quebra várias vezes o Rádio Relógio, mas todos os dias ele toca de novo. Nas inúmeras tentativas de suicídio dele.

Sabe aqueles sonhos em que a gente se enrosca no próprio tempo, e não sai do lugar? Assim é este enredo. Phil se sente preso ao próprio destino, cumpre sua rotina sem prazer, até que fica preso nas engrenagens dos seus dias, e tem que voltar ao que não fez bem feito, até que aprenda.

O próprio Phil só consegue se libertar do ciclo de repetições, quando ele descobre que naquela cidade que ele tanto odiava ter de ir todos os anos, havia muitas coisas que ele nunca prestara atenção, e só começou a percebê­las quando ficou preso no tempo. Através das repetições, observamos o quanto somos prisioneiros de cada dia que deixamos de viver, e que a única forma de nos libertarmos, é fazendo de cada dia o melhor de nossas vidas.

Isto parece ser fácil na teoria, mas na prática todos nós sabemos quanto esforço temos que fazer quando a vida, a rotina se torna pesada, por isto é bom o filme, ele nos lembra destes conceitos básicos.

Depois que assisti o filme fiz uma reflexão e vi que muitas vezes nós nos comportamos como Phil no nosso trabalho e principalmete na nossa vida.

Assista o filme AQUI
Texto adaptado de outro do Recanto das Letras

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Prefeita de Baraúna sanciona Lei das eleições diretas para direção de escolas

Prefeita Luciana sanciona a Lei nº 553/2016 que dispõe sobre a democratização da gestão escolar no âmbito da rede pública municipal de ensino do município de Baraúna-RN. A criação desta Lei esta previsto no Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB nº 9.364/96, na Meta 19 do Plano Nacional da Educação e no Art. 54 do Plano Municipal de Cargos, Salários e Carreira do Magistério Público Municipal de Baraúna-RN.

Para este ano estão previstas eleições apenas para as escolas Manoel de Barros, Amauri Ribeiro e Maria Barros e final de 2018 as demais escolar. Esta s escolas deverão regularizar seus Conselhos Escolares e criar as comissões eleitorais para condução do processo.

Algumas pessoas questionam a Lei dizendo que ela não vai mudar muita coisa nas escolas e se baseiam em experiências negativas de outras escolas cujo gestor foi escolhido por eleição. As direções que hoje gerenciam nossas escolas públicas municipais são indicadas pelo gestor público e estão realizando um bom trabalho?

O que poderá provocar mudanças não é a Lei, mas as pessoas que a comunidade escolar escolher para gerir a escola.

Veja AQUI a Lei 553/2016.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Programa Novo Mais Educação

Escolas estaduais e municipais que aderiram ao Programa Novo Mais educação têm até o dia 18/11/2016,para elaborar e enviar à SEB/MEC o Plano de Atendimento da Escola.

O Programa Novo Mais Educação, criado pela Portaria MEC nº 1.144/2016 e regido pela Resolução FNDE nº 5/2016, é uma estratégia do Ministério da Educação para melhorar a aprendizagem em língua portuguesa e matemática no ensino fundamental, por meio da ampliação da jornada escolar de crianças e adolescentes.

Em 2017, o Programa será implementado por meio da realização de acompanhamento pedagógico em língua portuguesa e matemática e do desenvolvimento de atividades nos campos de artes, cultura, esporte e lazer, impulsionando a melhoria do desempenho educacional mediante a complementação da carga horária de cinco ou quinze horas semanais no turno e contraturno escolar. Os demais objetivos do Programa são:

I - alfabetização, ampliação do letramento e melhoria do desempenho em língua portuguesa e matemática das crianças e dos adolescentes, por meio de acompanhamento pedagógico específico;

II - redução do abandono, da reprovação, da distorção idade/ano, mediante a implementação de ações pedagógicas para melhoria do rendimento e desempenho escolar;

III - melhoria dos resultados de aprendizagem do ensino fundamental, nos anos iniciais e finais;

IV - ampliação do período de permanência dos alunos na escola.

O Programa Novo Mais Educação será implementado nas escolas públicas de ensino fundamental, por meio de articulação institucional e cooperação com as secretarias estaduais, distrital e municipais de educação, mediante apoio técnico e financeiro do Ministério da Educação - MEC.

Obtenha mais informaçõessobre o programa AQUI

Acesse o Documento Orientador (Adesão) AQUI